Polêmica: Abacate não é vegano?


O que é ser vegano para você?


Se alimentar de algo que não tenha nenhum ingrediente de origem animal? Largar de mão carne, ovos, laticínios, gelatina, corantes, etc? Sim? Então parece que cometemos um errinho de programação, pessoal. Ser vegano - por definição - vai muito além da nossa dieta. Aliás, a dieta que os veganos são adeptos se chama "vegetarianismo estrito". Nela, não há consumo de tudo aquilo que falamos alí em cima. Parece veganismo, mas é só uma parte dele.


O veganismo é um estilo de vida e não uma dieta. WHAT?! Exatamente. O veganismo prega que você tenha consciência do todo na hora de fazer suas escolhas diárias e não optar por escolhas que tenham - de alguma forma - exploração animal.


O ABACATE!

(na verdade aquela espécie pequeninha chamada avocado)

e também as amêndoas, o melão, o kiwi e muitas abóboras.


Bom, meu amigos. Chegou a hora de tirar a venda e colocar nossos óculos da problematização ou não.


Vamos falar de ciclo de produção.


Você sabe como é produzido comercialmente grande parte dos alimentos que consumimos?

(Me refiro as monoculturas que usam pesticidas e/ou sementes geneticamente modificadas.)


Por meio de polinização. E isso envolve a migração de abelhas.


Em alguns locais do nosso planetinha, não existem abelhas suficientes para dar conta da polinização de pomares de amêndoas, por exemplo.


A solução?


TRANSPORTAR ABELHAS!

Sim. Elas pegam caminhões, trens e até aviões para trabalhar. Mas não pense que elas vem por vontade própria e ganham adicional pelo serviço. Nã ni na não, meu anjo.

É exploração pura. São sobrecarregadas, não somente com o volume de trabalho, mas também com a exposição aos agrotóxicos (que elas levam para dentro das colmeias) e pelas mudanças climáticas que são expostas.


E agora vem o efeito borboleta:


Para que elas tolerem todas estas explorações, são submetidas a inseminações artificiais, troa e morte de abelhas rainhas e modificações genéticas.


Todas estas informações vieram à tona em uma matéria criada pela BBC. Mais especificamente, em um programa de auditório chamado QI. Leia mais informações aqui. >> https://www.plantbasednews.org/post/avocados-butternut-squash-not-vegan-bbc-qi


E aqui. >> https://www.plantbasednews.org/post/are-avocados-vegan-expert-says-yes


AS CONSEQUÊNCIAS!


As abelhas estão desaparecendo e morrendo de forma assustadora no planeta todo.

E como Albert Einstein já dizia:


Se as abelhas desaparecerem da face da Terra, a humanidade terá apenas mais quatro anos de existência. Sem abelhas não há polinização, não há reprodução da flora, sem flora não há animais, sem animais, não haverá raça humana.


EXTREMISMO OU VERDADE?


Nem preciso nem dizer a polêmica que se instaurou no mundo vegano, não é?

Linhas que dizem que é impossível se adequar a todos os meios de produção e outras que sim, devemos estar atentos e lutar dentro do possível para reverter os quadros de exploração.


A Vegan Society afirma categoricamente que os avocados são veganos, assim como abóboras, kiwi, amêndoas e melões.


Ficou na dúvida? A informação balançou seu coração? Conta nos comentários!


TÔ NO CHÃO! O QUE FAZER?


Quer evitar tudo isso? Tente - na medida do possível - incentivar e investir no plantio agroecológico. Ou seja: orgânicos.


A indústria de alimentos gera, inevitavelmente, muitas mortes no processo de cultivo: agrotóxicos, queimadas, transgenias e monoculturas. Enquanto que o pequeno agricultor agroecológico pensa com carinho no menor impacto possível e usa a terra a favor de todos os seres vivos.


Alimentação sem crueldade é possível! Plantio sem crueldade também é possível.

Saia da indústria e vá na feira (sempre que possível).


Se a grana tá curta? Vá no horário de xepa, mas vá!


#reprograma e encontre novas formas de ser mais consciente e ter cada dia mais empatia.